Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

domingo, abril 24, 2005

Lembrando Pink Floyd

Não tenho tempo para viver mais como formiga, não tenho tempo, gasto-o a viver assim e ele é curto. Não tenho tempo para ler jornais, tempo para comer, tempo para trabalhar, o tempo falta-me quando o único que é útil e sinto-o ao segundo é quando encho folhas em branco, escrevo, copulo o meu prazer.
Não me interessa nada que vá fora de mim e dos pensamentos que escrevo, não tenho fome e às vezes nem sono, não quero sair à rua nem trabalhar, largar este caderno onde escrevo, respiro. Não me incomodem, deixem-me no meu canto, não me peçam gráficos nem paredes de tijolo, árvores podadas ou ruas varridas. Não me interessa, não tenho tempo, ele é tão pouco e eu só quero escrevê-lo.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

escreve , pois sei o que falas, tem horas que quero mais é ficar aui, aqui sou feliz, á vida é tudo fica bonito, vai Web , escreve sua vida, alegrias e tristezas, mas o bom que aqui, és alegria ehehehe brincadeira no meu acordar , num domigo, onde vou almoçar com meu mao Zé, VAI ai um churrasquinho com uma latitas? eheheheeh tomarei por ti uma, algumas é melhor rss
Um beijo grande ao deles Tareca

domingo, abril 24, 2005 2:11:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

cheio de erros mas não vou corrigir, tu saberá entender, eu sei que sim xaudades Tareca

domingo, abril 24, 2005 2:14:00 da tarde  
Blogger th said...

E escrever o Tempo, é necessário...precisamos de ti, do teu testemunho, para escrever o Tempo e para te ler no Tempo que há-de vir. Aqui só posso deixar o meu silêncio para que tu o possas escrever. th

segunda-feira, abril 25, 2005 2:26:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Fight Spam! Click Here!