Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

segunda-feira, novembro 07, 2005

Às vezes apetece-me dizer...

... que tenho azar, por viver num mundo assim. E que não vale a pena, assim não vale a pena viver em comunhão com o mundo.
Lutas sem causas, agressões gratuitas, cada um vigiando o seu próximo com medo de ser mordido.
Extremos que se eriçam, extremando-se cada vez mais; nenhum mostra vontade de perder tal qualidade, e porfiam na sedimentação musculada.
Até os sonhos, essa maré boa que tão boas memórias gera. Onde andam? quem se esquece de os fomentar? quem os coarcta? quem permitiu que se institucionalize na sociedade, nas famílias, esse conceito paralítico de que sonhar não cria riqueza nem alimenta?
É tão estúpida a ideia, que lhe sorrio: tinha hipótese de ser feliz se vivesse no alto duma montanha, numa ilha deserta, num oásis perdido. Longe.
(PS ainda em tempo: se o flower power tivesse triunfado, como seria hoje o mundo? só como hipótese académica pensem uns minutos nisso. Pensem. Pensem. Pensem por favor no tanto de simples e puro que ficou perdido no nosso caminho)

3 Comments:

Blogger Leonoretta said...

eu percebo. tem calma. podia dizer-te... a vida e assim, nao ha nada a fazer... mas nao concordo.
ha coisas a fazer e a mudar, como e que nao sei...

abraço da leonoreta

segunda-feira, novembro 07, 2005 8:30:00 da tarde  
Blogger Vagabundo said...

Ah amigo se soubesses as vezes que penso na eternidade que deveria ter sido o flower power!!!

Abraço Vagabundo

segunda-feira, novembro 07, 2005 11:15:00 da tarde  
Blogger IO said...

Diz que só não triunfou porque a malta do power flower desistiu cedo demais e, entretanto, cresceu, ficando igual ao aborrecimento que tanto os incomodava... vá lá que há 'sempre alguém que resiste'... - beijo, muf'

segunda-feira, novembro 07, 2005 11:17:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Fight Spam! Click Here!