Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

quinta-feira, outubro 20, 2005

O doloroso ruir dos mitos

Alertado pelo post do João sobre o avançar da guarda pretoriana no PS fui cuscar o site da candidatura de Manuel Alegre, e transcrevo integralmente o 'Comunicado' do seu director de campanha.
Não sou muito dado a ecoar notícias políticas, fazendo as excepções que a minha balança indica necessárias. Esta é-a, claramente; por isso divulgo:
...............................................................

A Candidatura de Manuel Alegre não pode deixar de lamentar a tentativa de aprisionamento do Partido Socialista face à Candidatura do Dr. Mário Soares.
Sabendo-se que a natureza cívica e apartidária destas Candidaturas corresponde à essência das funções constitucionais do Presidente da República, mal se compreende a tentativa de arregimentar o P.S. subvertendo a sua própria cultura de liberdade mas, agora, dando o mote para a subversão da formação da vontade dos Cidadãos.
A Candidatura de Manuel Alegre não abandona, apesar destas vicissitudes, a sua natureza cívica, directamente ligada aos Cidadãos, sem qualquer vocação para se submeter aos Partidos Políticos mas, obviamente, sem necessidade e vontade de os agredir.
Não esquece a Candidatura de Manuel Alegre que o Presidente da República é um órgão autónomo face ao Governo e independente dos Partidos.
Deseja-se que esta postura não acarrete uma indesejável submissão da Candidatura oficialmente apoiada pela Direcção do P.S., o que não seria conveniente para a transparência da próxima campanha eleitoral, nem da natureza da função do Presidente da República.
[Henrique de Melo, Director de Campanha, 19.10.05]
....................................................................
A seguir urde-se o quê? os processos por quebra de disciplina partidária e as expulsões? "também tu, Brutus"?
Um partido político que perdeu rumos e fés é um espectáculo deprimente, principalmente aos olhos dos que lhe foram fiéis; quando é um partido político que exerce o Poder também se torna assustador. É que o desespero nunca foi bom conselheiro...

Fight Spam! Click Here!