Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

terça-feira, novembro 08, 2005

O clik

O clik acontece, e isto não é bem de liga barra desliga botão. O clik aparece quando lhe cabe mas há que procurá-lo. Escrever, escrever, escrever muito, sempre à coca dele soar, voarem os dedos sem fim e sem fito, e cada clik reescrevendo-se nas letras que escolhe no teclado, acumuladas, ordenadas, conhecidas.
O problema não é bem o interruptor, mas a existência de paredes que no-lo ponham à mão de forma a esta ter músculo para lhe chegar, e escrevê-lo.

Fight Spam! Click Here!