Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

sábado, novembro 12, 2005

À volta da mística erótica

Nunca vivi uma história erótica como as dos livros - ultimamente "dos blogues"... nem da tradicional queca no carro me lembro de ter levado alguma até ao fim, pois só recordo ensaios, "ameaços", num ou outro momento felizes casos de preliminares, olé.
Às vezes, em que leio aventuras contadas na primeira pessoa, à volta disso e do meu fraco currículo de rabo ao léu estendo o divaganço e interrogo-me sobre as muitas outras coisas que não fiz e tantos fizeram. Com tal emoção que foram carimbos que os (as) levaram a deles falar anos e anos passados. E que eu não fiz.
Um beijo num elevador já dei, mas nunca dei um no metro tal e qual como se vê no cinema, de deixar a carruagem entusiasmada e com olhar embevecidamente condescente (ciumenta?) da boa onda, nunca fiz meio quarteirão com a mota em cavalinho e ainda não fugi dum restaurante sem pagar a conta como se aprende no cinema, mas 'soa-me' que será bem diferente cá por baixo.
Um beijo num elevador já dei e é isso que tenho de pensar, minha recordação, meu currículo, meu historial. Olhar o jornal do dia não como catálogo de sonhos nunca cumpridos e buracos na existência, mas como entretém de 'assim vai o mundo', olá vizinho afinal tu... etc e tal.
Nele, mundo, um número, um ponto tipo caganita minúscula, até um blogue, sou eu. Eu. Eu, que já dei um beijo num elevador.

Fight Spam! Click Here!