Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

sexta-feira, janeiro 27, 2006

Euro Milhões & Vrum-vrums

Vamos a sonhos com contas...

Que é que vocês faziam com uma pipa de massa daquelas?

Eu era um gajo crente ao ponto de fazer listas ao pilim. Ainda por aqui (pc) tenho algumas arquivadas e até há uma carta-circular para stand's de automóveis, especificando as minhas pretensões e solicitando elementos para, então, decidir a compra (lol)… Faltava por as datas, era só imprimir - o que nunca aconteceu...

Hoje, haverá necessidade de actualizar modelos pois os gostos pessoais alteram-se e aquela é uma indústria que vive da novidade. E já nem sei se teria paciência para tanto, pois por muito que, assim, fugisse às secas dos vendedores, algum xico-esperto ainda me vinha cá tocar a campainha pois iam ter de ficar com a morada para enviarem a documentação pedida (é tudo uma cambada de incompetentes, mal sabem trabalhar com a internet) É isso: hoje comprava-o era pela net, combinávamos por mail um encontro num sítio ermo, óculos escuros, toma lá o cheque dá cá as chaves. Ou com troca debaixo duma pedra ou num buraco de árvore, com croquis enviado por mail. Estes tipos nem acreditavam que vender um vrum-vrum pudesse ser uma operação de serviços secretos… Mas iam ver como é, iam...

Bem, a conversa está a puxar-me para a loucura… se me saíssem os 146 milhões cá em casa havia três carros: um familiar, um cabriolet de quatro lugares e um desportivo fechado, estes normalmente só com bancos verdadeiros à frente. Nomes? depende da forretice que tanta massa desse, pois mesmo pela medida larga não era rombo que se visse com alarme (à dimensão, claro). O Maserati Quatroportte é uma boa escolha como carro da família ou para grandes viagens, no dia-a-dia podia apostar no novo Cayman da Porsche ou por outro qualquer pois há uma data deles na categoria; o descapotável e que era popó para fins-de-semana, desejando-o de quatro lugares, deixa poucas opções na escolha: ou é um derivado dum turismo (tipo Saab 9.3, Mercedes CLK ou BMW Série 3, Audi Cabrio-A4 ou Volvo C70) ou um de construção de raiz, já com gamas de motorização e com chassis mais à altura do "que se quer". Com quatro verdadeiros lugares, o Jaguar XKE parece quase inultrapassável, pois os 911’s e DB9 têm falsos lugares atrás e o Gallardo e o F430 nem sequer os têm.
Um dia, com a parte dos rendimentos da pipa de massa que sobrasse do bolo e que não se diluísse nos gastos comuns, comprava um Morgan. Dos clássicos, um como o saudoso Plus Eight e não aquela 'coisa' do Aero 8, arraçado de Batmobile, arghhhh

É fixe gastar money assim. Experimentem…

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Eu imigrava. Logo no dia a seguir. Comprava uma casa em Barcelona e pirava-me. Comprava outra em Berlim e o Rui tb se pirava só palmelão David ficava. Claro que esta semana joguei.

sexta-feira, janeiro 27, 2006 9:33:00 da manhã  
Anonymous José Narciso said...

Os meus parabens.
Acabei de saber que te saiu uma porra de pipa de massa.

Quando comprares o Morgan, ficon a aguardar o convite para darmos uma volta.

Um abraço

sexta-feira, janeiro 27, 2006 3:34:00 da tarde  
Blogger INDIGENTE ANDRAJOSO said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

sexta-feira, janeiro 27, 2006 9:01:00 da tarde  
Blogger INDIGENTE ANDRAJOSO said...

eu fazia isto:

http://ninguemsabeoquesabe.blogspot.com/2005/07/excentricidades.html

sexta-feira, janeiro 27, 2006 9:06:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Fight Spam! Click Here!