Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

domingo, janeiro 15, 2006

Rebentar dos diques

É tremenda esta experiência. Ver, sentir. Olhar tanta cara que connosco se cruza sem saber(mos) de tantas esperanças comuns.
Está ganho à primeira, ‘Manel’. Mais ninguém unia tantos que sentiam o peso da solidão, do desconforto de não verem que haja quem os entenda, o ónus dos longos silêncios e que já se ameaçavam como duradoiros.
Está na tua mão, Manuel Alegre, nós somos tantos, tantos, como nem eu nem tu imaginávamos (é quase carinhoso – com o mangussal respeito! tratar-te assim; permite-o, faz parte deste gostar de ti esta sensação de se poder usar o ‘tu’ com alguém que merece mais, muito mais).
Ganho à primeira e venha essa segunda para registo oficial e usufruto a nosso benefício, esse saber-se que, haja o que haja, Portugal terá cara pública que saberá olhar-nos, pessoas, mais além de deve e haver ofensivo de tão redutor. Valemos mais que um número bancário, qualquer número. Eu. Tu. Tu. Tu.

2 Comments:

Blogger I N T E I R O S said...

Quando forem colocar as vossas poesias, fotos e imagens, sacos encontrados
no momento, coloquem-nos dentro de uma capa de plástico.
Deste modo, o papel ficará protegido da geada nocturna, vulgo cacimba, que
torna o papel molhado, deixando de ser totalmente legível o que se encontra
exposto.

domingo, janeiro 15, 2006 4:22:00 da manhã  
Blogger Anamargens said...

Eu voto em Alegre porque o acho um Homem sério.
Gosto dele para lá do Poeta.
É daqueles que definia Sá de Miranda: de "um só rosto".
Respeito e admiro isso.

domingo, janeiro 15, 2006 7:23:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Fight Spam! Click Here!