Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

sexta-feira, agosto 19, 2005

Mais do que

Estou a ler o "A louca da casa", de Rosa Montero. Finalmente. Finalmente estou a olhar-me ao espelho, solidário, e, mais importante, sem vergonha de mim, do 'outro' em mim.
Em cada linha - desculpem a arrogância, estou a ler-me, e mais além do conforto de saber-me afinal justificável há esta alegria de conhecer o final à história: ela conseguiu e sobreviveu, porque não eu, a mim?
É de sonhos destes que ela também fala, eu passo os olhos pelas letras dela que a contam e levam-me à ilharga, então descolo e vivo-a como se eu a fosse, eu também sinto e ajo tantas vezes assim.
Quis dizê-lo, para quê escondê-lo se, afinal, da ficção de sonharmo-nos é que nasce o viver, o verdadeiro, o escrito? o resto é muleta, mera munição de tinteiro.

2 Comments:

Blogger th said...

Se formos aquilo que formos, mas com verdade, não precisamos de justificação...th

sábado, agosto 20, 2005 1:10:00 da manhã  
Anonymous IO said...

Um livro interessante. Entendo que estejas a gostar - beijo - muf'.

segunda-feira, agosto 22, 2005 1:15:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Fight Spam! Click Here!