Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

domingo, dezembro 18, 2005

Milhões, dos bons

Ciclicamente, ao ritmo dos astronómicos jackpot’s do Euro Milhões, dou por mim a pensar que me raspava daqui. Depois põe-se a questão de para onde: tão difícil de responder que quanto mais a esperança sobe mais me interrogo, pensamento em tipo de mapa aberto e livro de cheques ilimitado.

Não há mundos perfeitos, ficava cá. Criamos o nosso microclima pois somos gestores do nosso meio ambiente. Fazemos escolhas e cultivamos a melhoria. Se porfiada e acertadamente, melhoramos. Semana a semana aumenta o pecúlio e pode sentir-se um cheirinho de jackpot no ar.

Não é a traquitana perecível que se tem a mais ou a menos que faz aumentar a verdadeira riqueza, que é a capacidade de regeneração. Queremos colectivamente um jackpot do Euro Milhões, Portugal reclama-o, e vamos tê-lo pois dele temos o ambicioso direito dos sonhadores: só é necessário inovar em relação à memória recente e readquirir-se o acreditar, tudo o resto flúi depois naturalmente, incluindo o jackpot. O pensamento positivo que se escapa tão facilmente entre os dedos e faz falta para acertar nas duas estrelas. Os outros cinco números vêm da força de luta da esperança. Ficava cá, em Portugal, pois só aqui se pode merecidamente esperar que o Euro Milhões nos saia. Fazendo escolhas, acertando para triunfar. Dia a dia, acto a acto, também de eleição em eleição de quem é necessário para lugares que se tornaram indispensáveis.

(é isto que quero continuar a sentir. Não me desiluda, Manuel Alegre. Eu quero o meu Euro Milhões, um a um esperamo-lo, um a um merecemo-lo. Em Fevereiro dê-nos o jackpot que merecemos. Para isso continue a acreditar que Janeiro é mero percurso, talvez penoso mas apenas mais um caminho. Há muitos milhares que embora leiam os jornais lêem-se melhor a si próprios, aquele canto onde consigo renasceu tanta coisa positiva adormecida, incluindo a esperança na nacional grande taluda. Você conhece a força do acreditar, continue que não está sózinho!)

6 Comments:

Blogger th said...

Ele é um poeta, tu um sonhador...

domingo, dezembro 18, 2005 12:19:00 da tarde  
Anonymous IO said...

lol - uma que, se algum dia tal acaso se viesse a concretizar, te mandava postais, a indicar em que esplanada tinha uma latita à tua espera ...

domingo, dezembro 18, 2005 5:36:00 da tarde  
Blogger cuco said...

Parabéns pela escrita.Pelos vistos temos coisas em comum...
Hambanini!

domingo, dezembro 18, 2005 6:36:00 da tarde  
Blogger Freddy said...

Excelente post...Bastante pragmático!

Saudades da Zona Franca

segunda-feira, dezembro 19, 2005 2:12:00 da tarde  
Blogger th said...

Como já deves ter lido algures, aqui vai:
Eu também estou mais para hibernar do que para postar banalidades e a contar os dias que faltam para Janeiro, depois do dia 1...impossível ter disponibilidade com toda esta pressão. Para quem faz do Natal uma época feliz e alegre, os meus votos de que assim seja.
Agora vou dar uma volta pelos blogs que costumo visitar e vou deixar este mesmo comentário em todos.
BOM NATAL!
th

segunda-feira, dezembro 19, 2005 6:09:00 da tarde  
Blogger Leonoretta said...

Feliz Natal Carlos.

quarta-feira, dezembro 21, 2005 4:53:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Fight Spam! Click Here!