Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

quarta-feira, dezembro 28, 2005

O 'Nono'

A história do Nono, com mais pormenores nos comentários. Vale a pena ler, acreditem.

2 Comments:

Blogger Freddy said...

Voltei aqui só para dizer q é de facto fantástica...

Abraço da Zona Franca

quarta-feira, dezembro 28, 2005 4:38:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Obrigada. A história do Nono merece ser contada. Aquele peixe era de facto um resistente, só assim se justifica ter sobrevivido a uma grande vaga de calor num Verão escaldante nos finais dos anos '70. O Nono vivia solitário num aquário redondo mínimo decorado com umas pedrinhas no fundo, na cozinha e apesar das lavagens frequentes ao aquário e ao Nono, o ambiente era quente e pouco saudável para o peixinho. Nesse Verão um dia chegámos a casa e a água do pequeno aquário tinha-se evaporado. O Nono retorcia-se no fundo nas pedrinhas. Logo foi lançado na cuba do lava-loiça cheio de água, nem sei como não morreu afogado. E apesar da fina camada duma coisa esquisita que o cobria, que até deixava assim um rastozinho na água, lá andava nas suas voltinhas. Como dizia o meu irmão nós soubemos da cena do fim de ano, e mais ou menos das atrocidades cometidas e achámos muita pouca graça, eu não era propriamente intima do Nono, os outros irmãos ainda putos eram mais ligados, ficámos lixados e foi com alguma satisfação que assistimos á partida do cabecilha para Moçambique. Revelada agora toda a verdade sobre aquela noite, tenho a certeza, não voltaremos a ser os mesmos.Elsa.

quinta-feira, dezembro 29, 2005 6:34:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Fight Spam! Click Here!