Xicuembo (versão 3.0)

memórias & resmungos do Carlos Gil

A minha fotografia
Nome:

carlosgil2006@gmail.com

terça-feira, dezembro 27, 2005

Viver

É lindo ver dois jovens a arrulharem. Não os olho com inveja ou saudade, é sentimento doutra louça.

Deliciado pelo impacto ambiental faço-lhe o estudo, e concluo que é pura porcelana de ternura.

4 Comments:

Anonymous mp said...

E porquê dois jovens? E se não forem tão jovens assim.deixa de ser bonito?
Arrulhar é bonito em qualquer idade e se calhar, quanto mais tarde mais bonito. É sinal que continuam a acreditar na vida.
Beijo.

terça-feira, dezembro 27, 2005 6:36:00 da tarde  
Blogger th said...

Adoro ver dois idosos de mãos dadas!
Só quem sente carinho pelo outro lhe dá a mão.

terça-feira, dezembro 27, 2005 7:45:00 da tarde  
Blogger Carlos Gil said...

mp e th: nada disse contra os gestos de carinho em qualquer idade. Tenho cinquenta anos e estou a gostar da minha idade. Referi o que vi, e os dois jovens inspiraram-me ternura pois há nessa idade como uma aura de pureza, a ingenuidade a florir. Achei-o tremendo de belo, para mim espectador foi sublime. Foi só o que disse. Sou um pré-idoso e tenho a certeza de que não só o quero ser, como também s~e-lo com momentos de ternura.
Porém, no caso... eram dois jovens, facto. (e que não podem ver a pureza do seu sentimento penalizado por serem.... jovens)

quarta-feira, dezembro 28, 2005 1:42:00 da manhã  
Blogger veranovo said...

uns falam de jovens a arrulhar, outros de idosos de mão dadas... eu quero dizer que a experiencia nos torna maduros, mas a paixão leva-nos à ingenuidade da adolescencia. Nestas coisas do amor, não há idade, nem experiencia, mas a nudez de um sentimento que não queremos perder. qual maturidade impede a roseira de uma rosa em botão que deseja florir?

terça-feira, fevereiro 19, 2008 12:32:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Fight Spam! Click Here!